domingo, 27 de janeiro de 2008

Seja bem-vindo ao inferno escolar


Professores mandando calar a boca, sentar no seu lugar, parar de apurrinhar ciclano e fulana parar de pentear o cabelo que sala de aula não é salão de beleza.
Quatrocentos e cinquenta quadros inteiramente escritos só esperando para que os pobres alunos copiem cada palavra num espaço de tempo de cinquenta minutos.
Aulas de coisas que a gente nem consegue pronunciar o nome, apresentações de slides, trabalhos insanos, deveres gigantescos, atividades totalmente malucas.
Conteúdos que não servem para nada além de nos complicar a vida, provas desnecessárias, uso de belas manhãs de sábado para aplicar provas que poderiam simplesmente ser queimadas porque não fariam falta alguma.
Cadeiras desconfortáveis, uniformes muito feios e colegas de classe irritantes.
Seja bem vindo ao inferno escolar que por algum motivo nós amamos tanto!