quarta-feira, 31 de março de 2010

If you lie

Day 20 - A song that you listen to when you’re angry:
How Far We've Come - Matchbox 20

Day 21 - A song that you listen to when you’re happy:
New Shoes - Paolo Nutini
Day 22 - A song that you listen to when you’re sad
:
What Sarah Said - Death Cab For Cutie

"You know the game." she said in a low breath. I just kept looking at her, at those James Dean glossy eyes of her. It's funny how that girl has boy eyes, and especially these eyes. The James Dean kind. It makes you feel like she was the one on control all the time.. And that's probably true.
"I don’t know what you’re feeling, I won’t even pretend." I told her with the softer blow I found in my lungs, while my words drowned in sincerity.
She whispered a sweet "Join the club." and had me right where she wanted.


Meu inglês vai enferrujar. Preciso fazer something about that..

domingo, 28 de março de 2010

Another traveling song

Helena se levantou muito devagar, pra não espantar a coragem súbita que tinha acabado de florescer nos seus dedos do pé. Calçou os sapatos de salto, pra recobrar a credibilidade, e caminhou em silêncio até lá. Deixou pra trás um rastro do cheiro de canela com tangerina dos cabelos, guardanapo picado em cima da mesa e todos os pensamentos no bolso de um paletó qualquer. Avançou na direção dele com todas as incertezas do mundo, mas quando os dedos de Gael a escorreram, a enlaçaram, a prenderam, nada disso importava mais.


Day 16 - A song that you used to love but now hate:
Sei que eu disse que não podia, Blacknails, mas vou ter que fazer igual tu.. Não tenho nenhuma música assim, mas se puder ser ao contrário then it's Speechless - Lady Gaga.
Day 17 - A song that you hear often on the radio:
Não tem jeito, a única opção é Tik Tok - Ke$ha. Essa música é tão amor da minha vida.. (L)
Day 18 - A song that you wish you heard on the radio:
Rock 'N Roll - Eric Hutchinson. Just because.
Day 19 - A song from your favorite album
:
While My Guitar Gently Weeps - The Beatles from The White Album, of course. Clássico.

quarta-feira, 24 de março de 2010

And if you fall in love with her, tell her

Day 12 - A song from a band you hate:
Putz, eu odeio tanta coisa.. Mas acima de todos os meus ódios musicais, está Kiss Me Thru The Phone - Soulja Boy.
Day 13 -
A song that is a guilty pleasure:
La La Land - Demi Lovato. Apesar de todo mundo já saber que eu ♥ a Demi, ela continua sedo meu guilty pleasure.
Day 14 - A song that no one would expect you to love:
Mr.Brownstone - Guns N' Roses. É, i like it.
Day 15 - A song that describes you:
Miniature Disasters - KT Tunstall. Muitas me descrevem, mas essa é pretty remarkable.

Isadora espetou um tomatinho com o garfo, o arrastou pelo ar até a boca e mastigou devagar. Dava pra ver que ela tava precisando falar alguma coisa, mas não tinha coragem ou não queria dizer. Isadora era uma moça de floreios e rodeios, sonhadora mas que mantinha os pés no chão e que não sabia o que queria mas sabia exatamente aonde procurar. Ou às vezes o contrário.
Ele não quis apressá-la a dizer o que quer que fosse, já tinha aprendido que era melhor não apressá-la nunca e além do mais, tinha medo de ser alguma notícia ruim. Pra sua altura - 1,87 - Miguel era um rapaz de muitos medos. Mas tinha muitas cores também, pra compensar. E apesar da covardia, Miguel tinha presença e fingia bem ser confiante.
"Escuta.. Acho que vou me mudar."
Ele levantou os olhos do prato e olhou bem pra ela, interrogativo. "Ãhn?"
Ela comeu outro tomate, como se a notícia tivesse sido que o café acabou.
"O que? Pra onde?"
"Pro Rio."
"Mas pra que?"
Ela hesitou. Miguel viu que ela não sabia pra que, só sabia que queria ir.
"Sei lá, fazer faculdade de gastronomia."
Ele continuou comendo. Isadora finalmente olhou pra ele. A regata branca de ficar em casa, os cabelos castanhamente aloirados, o ar constante de tranquilidade eterna.
"Seus olhos são exatamente da mesma cor dos azulejos da cozinha." ela disse. Ele não respondeu. Olhou pro lado, suspirou, levantou-se - ainda em silêncio - e caminhou até ela.
"E eu?" Miguel perguntou, num sussurro assustado. Isadora ficou de pé, acomodou os braços em torno do pescoço dele, encaixou a cabeça embaixo do seu queixo, respirou fundo o cheiro sutil do perfume do rapaz e respondeu com a maior naturalidade possível.
"Vem comigo."

sábado, 20 de março de 2010

Sem nexo

Day 07 - A song that reminds you of a certain event:
Turn It On - Franz Ferdinand. Show do Franz, CARAAAAAALHOOOOO!
Day 08 - A song that you know all the words to:
Misery Business - Paramore. Saber essa letra de cor é especial (:
Day 09 - A song that you can dance to:
7 Things - Miley Cirus :x Eu sei, eu sei.. Mas o que eu posso fazer? É fato. Tenho até coreografia.
Day 10 -
A song that makes you fall asleep:
Commes Des Enfants - Coeur de Pirate
. Nhom nhom nhom, só de escrever o nome me dá vontade de ir tirar um cochilo.
Day 11 - A song from your favorite band:
Let The Flames Begin (versão Chicago) - Paramore. Srsly, makes me wannna cry and go gay for Hay (more than any other song).


Foi como ter uma epifania. Tão repentino e monumental quanto, mas dava pra notar a diferença no olhar. Quando se tem uma dessas, os olhos se comportam como cegos por uma fração de segundo, encarando o éter, e depois inundam-se de compreensão e brilham como trezentas minúsculas estrelas num céu de diamantes.
Mas ali, os olhos pularam a parte do éter e foram direto para o céu de diamantes. A claridade quase cegou, mas as íris logo se acostumaram e tudo aquietou-se por muito mais do que um momento.

quarta-feira, 17 de março de 2010

Physics

Day 05 - A song that reminds you of someone:
Último Romance - Los Hermanos. John grows in my mind toda vez que essa música invade os alto-falantes. Mas mais do que isso, Dia Branco - Elba Ramalho reminds me of the most special and annoying person in my existence. Te amo, sua babaca.
Day 06 - A song that reminds of you of somewhere:
Sugar Sugar - The Archies. Montreaux (Suíça) grows in my mind toda vez que eu ouço essa música, o que não é sempre então raramente eu lembro, hahaha. Quando eu fui pra lá em 2007, for some reason that I can't explain, eu e meus swiss buddies cantávamos isso o tempo todo. E nem é da minha época..
p.s: vale a pena ouvir Sugar Sugar. O link tá aí, só clicar (:

"Every atom in your body came from a star that exploded. And, the atoms in your left hand probably came from a different star than your right hand. It really is the most poetic thing I know about physics: You are all stardust. You couldn't be here if stars handn't exploded, because elements - the carbon, nitrogen, oxygen, iron, all the things that matter for evolution and for life - weren't created at the begging of the time. They were created in the nuclear furnaces of stars, and the only way for them to get into your body is if one of those stars were kind enough to explode. So, forget Jesus. The stars died so that you could be here today."

segunda-feira, 15 de março de 2010

There, I said it

Day 04 - A song that makes you sad:
She Will Be Loved - Maroon 5. Apesar de ser uma música linda, linda.


Alguém tinha que dizer alguma coisa. E como não havia momento mais propício a um despejo meio inesperado de palavras, ela se prontificou.
- Eu queria muito, de verdade, pensar em outra coisa. Não que minha mente não se ocupe de mais nada, mas é que fora tudo mais que eu penso.. Fora tudo mais que eu faço, e fora todo o resto, só sobra mesmo eu. Não tem mais nada. Só eu, e todo o resto que vem junto. E eu não sei se você consegue lidar com isso, comigo, ou até se você quer. Mas isso é tudo mesmo que eu posso oferecer. E eu também não sei quanto tempo vai durar, mas eu adoraria tentar. Because you tumbled my walls down, and they didn't even make a sound. Então, sei lá, eu não sei o que vai acontecer agora e eu não sei o que eu vou fazer quando acabar de falar, eu também nem sei o que eu tô falando, mas eu adoro os teus olhos, e o jeito como o teu coração bate mais rápido que o meu e mesmo assim sou sempre eu que choro e me perco na insegurança. Eu adoro também o jeito como você, além de me surpreender, faz eu mesma me surpreender. Isso é tudo muito.. surpreendente pra mim..
Ele riu e a interrompeu com o 'shh' meio clichê.
E aí os olhos de gato dele, que ela tanto adorava, se encheram de constelações de estrelas douradas que se espalharam pelo sorriso que surgiu no canto dos lábios. Tudo aconteceu tão naturalmente, que nada do que ela havia planejado se concretizou e foi muito melhor.

Eu gosto de você. Então não complica, tá? Porque eu já tô complicando demais. Só chega logo.

domingo, 14 de março de 2010

Plus fort

Os balões subiram todos de uma vez, se espalhando por um céu de chuva cinza demais. Parecia que era tudo o que faltava ali, porque no instante em que as bolas coloridas se estenderam em todas as direções num raio considerável, o sol apareceu.
Com muita calma, ela segurou a minha mão pra poder dizer.
- Não te trago respostas. Eu vim pra confudir.
Achei inteligente citar Caio de Abreu.
- "Não, meu bem, não adianta bancar a distante: lá vem o amor nos dislacerar".
E era como se ao fundo, aquela melodia tocasse suavemente. Aquela, francesa, da moça com coração de pirata.



Day 02 -
Your least favorite:
Stop Crying Your Heart Out - Oasis.
De todas as músicas deles, essa é a minha menos favorita. Não consegui pensar em nenhuma outra.
E como eu não postei ontem, taí o dia 03.
Day 03 - A song that makes you happy:
Makes Me Happy - Matt White Band. Hehe :D

quarta-feira, 10 de março de 2010

Coeur de pirate

O vestido branco rendado era curto e deixava seus joelhos magrelos e ossudos à mostra. Sei lá o que te dizer sobre joelhos assim, mas sei que os dela passavam despercebidos por causa do tom da pele que os recobria (e a recobria por inteiro). Dourada, salpicada de sardinhas e com cheiro de água do mar. Ela toda era feito praia, até os olhos eram de mar (de ressaca, feito Capitu). Não sei também o que te dizer sobre os olhos dela, além de que eram os mais bonitos da minha vida, assim revoltos como os que Machado de Assis descreveu, mas que nos domingos pela manhã assumiam uma calmaria tão contagiante que às vezes parecia que o planeta punha-se a rodar mais devagar e tudo ia sem pressa, bocejando preguiçosamente no caminho. Às vezes também, quando ela deita em mim (em alguns domingos pela manhã), me sobe um daqueles arrepios que nascem no fundo céu da boca e eu sinto areia entre os meus dedos dos pés.

Ela se concentrou, debruçada na borda do barco, em seu reflexo na água (estranhamente azul e verde). Eu disse que tomasse cuidado, mas ela só sacudiu a mão me mandando ficar quieto. Devagar, como se não quisesse espantar as moléculas de água - ou os pequeninos peixes alaranjados - mergulhou a mão para agitá-la e depois riu. Eu perguntei qual era a graça. Ela disse que era bonito ver seus olhos, sua boca, seu nariz e suas orelhas se fragmentando num caleidoscópio de menina, espalhando-se em todos os pontos cardeais até que a atração mútua fosse demais e a água se aquietasse, tornando a unir os cacos de sua fisionomia.
Eu a beijei.
Fica registrado (e decidido) aqui então, que a partir do dia que for, comerei nuvens de verão todos os dias, pra nunca me esquecer do gosto que você tem.



Roubei a corrente da Anaïs. Amay. É uma corrente bacaninha toda com perguntas relacionadas a música. Tipo, qual a sua favorita aeae (:
DAY 01 - Your favorite song:
De acordo com o meu iTunes (As 25 mais reproduzidas) é Here We Go Again - Demi Lovato. Mas é mentira. Só pra não imitar mais ainda minha matie, vou deixar essa (porque na verdade é Build Me Up Buttercup - Julia Nunes, mas eu ainda não ouvi mais que a outra porque baixei ontem).