domingo, 26 de setembro de 2010

Sorvete

O dia já amanhece se arrastando, pesado, quente. A preguiça dá o ar de sua graça assim que se abrem os olhos, é domingo.
Do lado de fora, o ar abafado é característico não só do clima, mas também do dia. "Se fosse sábado, não estaria tão quente assim..".
A lentidão das horas faz questão de lembrar a todo instante que o dia seguinte começa com as cobranças da rotina.
Os amigos se encontram na beira da piscina, cheiro de filtro solar, cerveja, sol e churrasco. E a preguiça domingueira ensolarada. É dia de jogo também. Hoje, cada um veste uma camisa diferente, inimigos mortais por 90 minutos.
Mas o sol se põe no fim da tarde, e já dá pra sentir que tudo vai voltando pro lugar. A preguiça acaba na cama, bem cedo. Sono profundo.
Amanhã é segunda.